Comentários

Nenhum comentário
Seja o primeiro a enviar um comentário
Meio-dia pras 4

Se Jesus galego voltasse

Escrito em 31/03/2017
Breno Airan


Pietà (Michelangelo, 1499)

Desde a morte de Deus, tudo tem voltado ao normal. As pessoas continuam a roubar umas às outras e, assim, sem perceber matam umas às outras. Com a privação da comida, da moradia, do sono.

E quem ousa dizer que a morte não nos leva a algum canto? Só indo lá nesse território hostil pra saber. E quem volta? 

O filho Dele nunca mais voltou. E se retornar, morre mais uma vez. É que esse mesmo povo que rouba e que é roubado faria tudo de novo e em coro: “Soltem Barrabás!”.

Jesus, acima de tudo, era um cara impopular. Virou tão pop quanto os Beatles, mas só depois de um bom tempo. Ora, ele queria que a gente se amasse, independente de escolha. E isso ninguém aprendeu direito até hoje – salvo os monges budistas.

Se ele morreu pra nos salvar, foi tudo uma grande peça teatral de tragédia em 33 atos. Desde as primeiras filepas de pau nos amadores dedos carpinteiros até o vinagre na boca, mostrando que a hora era aquela.

Pois o que é a vida senão a morte sendo ensaiada, um corpo morto e lazarento animado? Levante-te e anda, Jesus galego. Sai dessas nuvens que estás atrapalhando o sol. Volta que pouca gente agora fala em 2ª pessoa, pelo amor de vosso Pai.